Bem Vindo, visitante! [ Registe-se | Entrarrss |  tw

Comentários fechados em Proprietários querem isenção na segunda avaliação tributária dos imóveis urbanos

Proprietários querem isenção na segunda avaliação tributária dos imóveis urbanos

| Geral | 29/03/2012

A Associação Lisbonense de Proprietários (ALP) exigiu hoje a isenção de pagamento das segundas avaliações fiscais de imóveis urbanos perante a polémica em que o processo está envolvido.

Lembrando o “atraso enorme” no processo e o risco de os resultados da avaliação não “serem fiáveis”, o presidente da ALP, Menezes Leitão, disse, numa conferência de imprensa, querer o fim da cobrança de um mínimo de 204 euros aos proprietários.

Os últimos dados do Ministério das Finanças indicam que foram feitas perto de 500 mil avaliações fiscais de imóveis urbanos, tendo sido registadas 100 reclamações por parte dos contribuintes. Segundo a lei, as despesas pela segunda avaliação são pagas quando o valor patrimonial se mantém ou sobe.

“Em três meses, deviam estar avaliados 25% dos imóveis e estão 10%, o que mostra um atraso enorme”, alegou Menezes Leitão. O responsável lembrou o descontentamento dos peritos avaliadores com as remunerações, fixadas entre 91 cêntimos e 5,5 euros, o que levou alguns dos profissionais a suspender as funções.

“A avaliação pode não ficar bem feita” neste cenário, argumentou ainda o presidente da ALP, defendendo, por isso, o fim do pagamento da reavaliação de imóveis. Menezes Leitão referiu que, caso se multipliquem as reclamações, o Estado poderá recolher mil milhões apenas nas segundas avaliações, quando paga “tostões” aos peritos.

Fonte: Lusa

Comentários fechados em Fundo social de arrendamento com duas mil casas

Fundo social de arrendamento com duas mil casas

| Geral | 27/03/2012

Com o apoio da banca, o Ministério da Solidariedade está a preparar a criação de um Fundo Social de Arrendamento com duzentos milhões de euros para gerir duas mil casas. O objectivo é apoiar as famílias com rendimentos insuficientes para aceder quer à compra de habitação, quer ao mercado de arrendamento livre.

“Há um segmento de mercado por ocupar entre a habitação social e a renda livre. Estas casas destinam-se a famílias que não têm capacidade financeira para aderir ao arrendamento livre”, descreve fonte ligada ao processo.

“Este programa apresenta um triplo benefício: resolve as dificuldades habitacionais das famílias com ofertas de imóveis com rendas 30% abaixo do mercado livre”, avança fonte governamental. Além disso, “rentabiliza o crescente património imobiliário que os bancos têm herdado, tendo assim inerente uma racionalidade económica e dando-lhes uma função social, potencia a reabilitação urbana do parque habitacional, em alguns casos, em estado de degradação e a consumir recursos produtivos e protege a paisagem urbana”, explica a mesma fonte.

Para mais detalhes consulte a notícia em: http://economico.sapo.pt/noticias/primeiro-fundo-social-de-arrendamento-vai-ter-duas-mil-casas_138236.html

Comentários fechados em Restrições no acesso ao crédito fazem famílias optar pelo arrendamento

Restrições no acesso ao crédito fazem famílias optar pelo arrendamento

| Geral | 23/03/2012

De acordo com o Portuguese Housing Market Survey (PHMS) de Fevereiro, produzido pelo RICS e pela Confidencial Imobiliário, o mercado de arrendamento habitacional continua a beneficiar das quebras no mercado de compra e venda de habitação, sobretudo porque as famílias que não conseguem financiamento hipotecário optam pelo arrendamento.

Ricardo Guimarães, da Confidencial Imobiliário, explica que os inquiridos destacam cada vez mais a situação de desemprego que tem começado “a afectar quer a procura o mercado de compra e venda quer o de arrendamento. Se, por um lado, o aumento do desemprego impede o acesso ao crédito à habitação, por outro lado limita o valor da renda que uma família pode suportar.”

Josh Miller, do RICS, acrescenta que “embora o volume de vendas continue a cair, a actividade no mercado de arrendamento está a aumentar dado que as famílias que não conseguem financiamento para comprar casa optam por arrendar.”

Fonte: http://blog.imobiliario.com.pt/2012/03/restricoes-no-credito-beneficiam.html

Comentários fechados em 2012 terá boas oportunidades para a compra e arrendamento de imóveis

2012 terá boas oportunidades para a compra e arrendamento de imóveis

| Geral | 21/03/2012

Segundo o relatório “Mercado Imobiliário 2011- Perspectivas 2012”, o mercado oferece produtos imobiliários “para investimento de excelente qualidade e a preços muito competitivos”, para quem tem capitais próprios. Também no segmento de escritórios e de retalho, existem espaços disponíveis com rendas bastante atractivas”, que podem constituir ofertas muito interessantes para lojistas e empresas.

Não há indícios de uma melhoria das condições do mercado imobiliário em 2012, e da continuação das dificuldades de obtenção de financiamento, mas a consultora imobiliária, Jones Lang LaSalle (JLL) considera que este ano “trará boas oportunidades para a compra e arrendamento de imóveis em Portugal”.

Para o director da JLL Portugal, Pedro Lancastre, este ano “não será, com certeza, de recuperação do mercado imobiliário, até porque as expectativas são para que os níveis de actividade se mantenham semelhantes a 2011, mas poderá ser um bom ano para se comprar e arrendar imóveis”. “As oportunidades continuam a existir em todos os segmentos, com produtos imobiliários de grande qualidade e com preços muito competitivos”, acrescenta.

Leia o resto da notícia em: http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=545395

Comentários fechados em PCP e AIL contestam a “Lei dos Despejos”

PCP e AIL contestam a “Lei dos Despejos”

| Geral | 16/03/2012

A nova lei do arrendamento é apelidada de “Lei dos Despejos”, quer pelo Secretário Geral do Partido Comunista, quer pela Associação de Inquilinos Lisbonenses.

Jerónimo de Sousa alertou para as “consequências tremendas” da lei do arrendamento proposta pelo Governo. O líder do PCP recebeu esta manhã a Associação de Inquilinos Lisbonenses. Romão Lavadinho, presidente da AIL não acredita em mudanças, apesar de já ter sido recebido por vários grupos parlamentares, dos quais recebeu palavras de apoio, inclusive de deputados da maioria.

«Consideramos que esta lei vai ser a lei dos despejos, ou seja, uma lei que vem regularizar, vem legalizar o que é ilegal, isto é, os inquilinos que sempre cumpriram com os seus compromissos vão passar a deixar de poder cumprir, porque não podem suportar os novos valores das rendas» afirmou o presidente da AIL após o encontro com Jerónimo de Sousa.

Comentários fechados em Coimbra: Nova Lei do Arrendamento pode pôr em perigo as Repúblicas de estudantes

Coimbra: Nova Lei do Arrendamento pode pôr em perigo as Repúblicas de estudantes

| Geral | 13/03/2012

Rui Duarte, deputado do PS na AR, alertou o Governo para o facto de a nova Lei do Arrendamento poder “pôr em causa a subsistência das Repúblicas” de Coimbra e anunciou que vai apresentar uma proposta de alteração na especialidade à lei n.º 38/XII apresentada pelo governo, “no sentido de garantir a preservação das repúblicas como propriedade inaliável da candidatura da Alta Coimbrã a património mundial da Humanidade”.

Comentários fechados em Há menos 77 mil casas à venda na Área Metropolitana do Porto

Há menos 77 mil casas à venda na Área Metropolitana do Porto

| Geral | 12/03/2012

Segundo o Jornal de Notícias, há menos 77 mil casas à venda na Área Metropolitana do Porto, quando se compara com dados de 2009. A explicação avançada é que, face às dificuldades em adquirir habitação própria, as pessoas voltam-se mais para o mercado de arrendamento. Como que a confirmar esses dados, o número de casas para arrendar que surgem nos portais como este, não pára de aumentar.

Comentários fechados em Estado paga perto de 60 milhões de euros em rendas

Estado paga perto de 60 milhões de euros em rendas

| Geral | 10/03/2012

A administração pública do Estado tem 1179 imóveis arrendados, que representam um custo de mais de 56 milhões de euros por ano. Há um ano atrás, o valor era praticamente o dobro com 111 milhões de euros, segundo dados do Sistema de Informação de Imóveis do Estado.
A diminuição deve-se em grande parte à consolidação de dados no âmbito dos arrendamentos a terceiros, que incidiu em particular no Ministério da Saúde. Mas a tendência é para os valores continuarem a descer.
Muitos contratos de arrendamento estão a ser revistos. Desde a chegada ao governo da ministra Paula Teixeira da Cruz, o Ministério da Justiça já poupou mais de 6 milhões de euros com a renegociação de contratos.

Comentários fechados em Associação dos Inquilinos Lisbonenses quer reunir-se com grupos parlamentares

Associação dos Inquilinos Lisbonenses quer reunir-se com grupos parlamentares

| Geral | 02/03/2012

Segundo a edição online de hoje da revista visão, a Associação dos Inquilinos Lisbonenses (AIL) vai pedir audiências aos vários grupos parlamentares para debater a proposta de lei do arrendamento do Governo, que considera ser lesiva para os inquilinos.

“O contacto com representantes dos vários partidos com assento parlamentar tem o objectivo de lhes levar a posição da AIL, mas também no sentido de os sensibilizar para a necessidade de atenuar os efeitos de uma alteração legislativa que trará consequências graves para os inquilinos”, indica a AIL, que já se manifestou por várias vezes contra a proposta.

Num comunicado hoje divulgado, a AIL critica a aprovação na generalidade da proposta de lei, afirmando que vai facilitar os despejos e aumentar as rendas.

Página 7 de 111234567891011

    Publicidade

    Notícias mais recentes

    • Deco quer que despesas de condomínio pas...

      por em 15/01/2016 - Comentários fechados em Deco quer que despesas de condomínio passem a ser dedutíveis no IRS

      A Deco vai apresentar uma reivindicação junto do Ministério das Finanças e dos grupos parlamentares para que os contribuintes possam deduzir no IRS as despesas ...

    • Candidaturas ao programa Porta 65 aument...

      por em 14/01/2016 - Comentários fechados em Candidaturas ao programa Porta 65 aumentam 20% em dezembro

      O programa de apoio ao arrendamento jovem Porta 65 registou 4.507 candidaturas na fase de dezembro de 2015, representando um aumento de 20% face ao período homó...

    • Entraram ontém em vigor as novas regras ...

      por em 16/07/2013 - Comentários fechados em Entraram ontém em vigor as novas regras para arrendamento

      Entrou ontém, dia 15 de Julho, em vigor a portaria que regula as novas regras para arrendamento.A lei entrou em vigor no final do ano passado, mas só...

    • 1600 imóveis no mercado social de arrend...

      por em 12/06/2013 - Comentários fechados em 1600 imóveis no mercado social de arrendamento

      O ministro da Solidariedade e da Segurança Social anunciou esta terça-feira que o mercado social de arrendamento conta já com cerca de 1600 imóveis e cerca de 6...

    • Programa Porta 65 registou mais de 5.700...

      por em 04/06/2013 - Comentários fechados em Programa Porta 65 registou mais de 5.700 candidaturas entre Abril e Maio

      O programa de apoio a arrendamento jovem Porta 65 recebeu 5.770 candidaturas entre 23 de Abril e 23 de Maio, encontrando-se neste momento a decorrer a análise d...